"Ele está de braços abertos a lhe esperar, Ele está a lhe dizer, que o ama... Jesus te ama!!"

"Ele está de braços abertos a lhe esperar, Ele está a lhe dizer, que o ama...       Jesus te ama!!"

ATENÇÃO

OLÁ AMIGOS, MEU NOME É ANGELA, ESTE É UM TRABALHO INTERDENOMINACIONAL.
SOU EVANGELISTA E PROCURO CUMPRIR ESTA LINDA TAREFA DE LEVAR A PALAVRA DE DEUS ÀS PESSOAS, PARA HONRA E GLÓRIA DO NOME DO SENHOR JESUS.
ESTE BLOG SURGIU PELA SUGESTÃO DE UMA AMIGA, POIS, HAVIA ESCRITO UM LIVRO, E COMO NÃO TIVE A POSSIBILIDADE DE PUBLICÁ-LO, DEPOIS DE 5 ANOS GUARDADO, ELA ME SUGERIU EM 2010, COLOCÁ-LO EM UM BLOG.
FOI O QUE FIZ, O LIVRO É COMPOSTO DE CARTAS, AS QUAIS, IRÃO APARECER EMBAIXO NA TELA, POR SER UM BLOG E NÃO UM SITE.
PARA VISUALIZAR O LIVRO NA ÍNTEGRA, CLIQUE EM 2010.
ALÉM DAS CARTAS, POSTO O QUE EU ESCREVO OU DE OUTROS AUTORES, QUE LEIO E ACHO INTERESSANTE COMPARTILHAR.
QUE DEUS OS ABENÇOE MUITO!!!!!!!!
LEIA E COMPARTILHE!
GRAÇA E PAZ!
COM AMOR EM CRISTO JESUS,
ANGELA

Páginas

Arca de Noé... Arca da Aliança... JESUS ARCA DE AMOR!

Em Mt 24:12 está escrito: "E por se multiplicar a iniquidade, o amor se esfriará de quase todos". Se Deus é amor, e se o amor esfriar, o próprio Deus se esfriará nos corações. Que coisa terrível! Deus se esfriando em nossas vidas! Mas Ele disse de: "quase todos", ou seja haverá aqueles nos quais o amor, não se esfriará. Aleluia! Louvado seja Deus por isto. Então, este Blog, é uma tentativa de barrar este processo, não deixando que este amor se esfrie nunca. Pois, foi por amor que Ele morreu por mim e por ti. E nunca deixaremos de amá-Lo, nem aos Teus filhos. Amém

EXPLICAÇÃO DO TÍTULO

• No tempo do Antigo Testamento, o coração do homem se corrompeu de tal forma que Deus se arrependeu de tê-lo feito, pois este se tornou mau, olhando apenas o que os olhos podiam ver, esquecendo-se do que se passa no interior do ser humano, os sentimentos e virtudes.
E Deus achou em Noé um homem justo e o salvou e também a sua família ordenando-o a construir uma arca.

Chamada de
ARCA DE NOÉ.

• No tempo de Moisés, Deus ordenou que se fizesse uma caixa na qual estariam os Dez Mandamentos dentre outros itens, ela era de madeira de acácia revestida de ouro puro, ficava num lugar chamado Tabernáculo, dentro do Santo dos Santos e só os sacerdotes tinham acesso a ela, uma vez por ano, no Tabernáculo também se sacrificavam cordeiros, bodes, etc, pois, acreditavam que o sangue destes animais os purificava de pecados.

Esta arca se chamava, ARCA DA ALIANÇA.

• Mas, Aleluia! Deus enviou Seu Filho Unigênito para derramar Seu sangue para perdão dos pecados da humanidade inteira, “o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”, e de uma vez por todas, levou sobre Ele nossos pecados, não havendo mais necessidade de sacrifício de animais, e ao morrer, o véu que separava o Santo dos Santos do Tabernáculo, foi rasgado de alto a baixo, ou seja, isto significa, que o lugar em que se tinha acesso a Deus, uma vez por ano, e só o sacerdote poderia entrar, com o sacrifício de Jesus, todos os seres humanos, podem ter esse acesso à presença Dele, 24 horas por dia, o ano inteiro, como era desde o início da criação, quando o homem tinha plena comunhão e acesso a Deus. Ou seja, Jesus nos resgatou de volta ao nosso Criador. Restaura o coração corrompido pelo pecado e afastado de Deus, nos levando de volta a presença do Pai.

Onde a Arca da Aliança estivesse, aquele lugar era abençoado, pois, ela simbolizava a presença de Deus.
Com a morte e ressurreição de Jesus, ali em Pentecostes, o Espírito Santo foi derramado, sobre as pessoas, nos tornando esse templo (lugar de morada de Deus), e portanto, somos abençoados onde formos, pois, o Espírito Santo de Deus habita em nós.
" Deus nos amou de tal maneira que deu Seu filho Unigênito para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas, tenha vida eterna”. (Jo 3:16)
AMOU, foi por amor que Ele nos salvou, por isto, o título:
JESUS, ARCA DE AMOR!

****************************************************************
QUEM SOU EU
Meu nome é Angela, sou casada, tenho dois filhos, sou do estado de Minas Gerais, e, através de um chamado de Deus, trabalhei muitos anos, com pessoas com problemas diversos,
presidiários, etc.
Escrevendo cartas, com base evangelística para várias lugares do Brasil, hoje continuo escrevendo cartas específicas, para cada situação difícil do cotidiano das pessoas, dilemas com drogas, casamentos, depressão, enfermidades, perdas de entes queridos, etc.
Meu plano inicial, era publicar em um livro, as quase 300 páginas que eu havia escrito, mas, não foi possível, pelo alto custo.
Foi então, após estas cartas ficarem guardadas quase 5 anos, resolvi publica-las neste Blog.
O livro foi postado em 2010.
É só clicar lá.
Não recebo recursos financeiros por este trabalho, mas, creio que a recompensa vem do alto.
O que peço é a proteção para minha família, em especial meus filhos, marido...
São palavras, vindas do coração de Deus, pois, foi em lágrimas e lutas, que muitas delas escrevi.
Sou, apenas um instrumento nas mãos do Senhor, para levar a Palavra Dele.
Me formei em Administração (não exerço a profissão) e Teologia, além de estudar a Palavra de Deus, anos a fio, com lutas e provações.

Muitas coisas não coloco só como teoria, pois, várias senti na carne e no espírito, então foi experiência vivida, que Deus me permitiu passar, para ajudar quem estivesse passando pelos mesmos problemas.

O que procuro fazer, é ser fiel nas palavras que Deus coloca em meu coração, e faço o possível, para transmiti-las da forma mais coerente e eficaz possível.

Espero, que este Blog possa te ajudar a passar pelas lutas e dificuldades, possa também, levar a você a alegria e a paz que só Jesus pode dar e saber que por maior que seja a luta, você não está só, tem pessoas que (se você procurar uma igreja) te ajudarão em oração e o Senhor estará contigo para te livrar e te ajudar.

Deus lhe abençoe e saiba que você é muito amado por Deus.
Um grande abraço.
Com amor, em Cristo,
Angela.

Meu e-mail é: amserrap@yahoo.com.br
Dê sua sugestão, opinião, diga o que achou do Blog.
Para mim, é muito importante seu comentário.
Obrigada!







MENSAGENS DE EXORTAÇÃO

28 outubro, 2013

PALAVRAS IMPACTANTES, POR RONALDO LIDÓRIO

Amados irmãos e amadas irmãs,
que a graça e a paz de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo seja realidade em nossas vidas e na vida de nossos entes queridos.
Estava lendo o livreto Devocional “Cada Dia” do mês de Setembro/2013, escrito pelo Reverendo Ronaldo Lidório, e achei muito profundas as suas mensagens e resolvi pegar uns trechos, que achei essenciais para nossa meditação e vou compartilhá-los com vocês.
 Diz assim, as mensagens escritas pelo Ronaldo Lidório:

 No dia 5: “Dois mil anos atrás surgiu um homem vestido com roupas simples, rodeado de amigos chegados e falando como ninguém jamais falara. Era Jesus. Ele pregava uma mensagem estranha e uma forma diferente de viver – as boas novas do Reino. Uma vida em que o marido não domina a esposa, apenas a ama; o perseguido não odeia aquele que o persegue, antes ora por ele; o líder cristão não exerce domínio sobre o seu rebanho, mas, o serve; o menor é o maior; morrer é um ganho; só se tornam fortes os que reconhecem a fraqueza; anda-se duas milhas com quem te obriga a andar uma; vira-se a outra face a quem te fere; não há apego a este mundo, pois todos são peregrinos; a terra natal é desconhecida, a garantia é uma promessa e só alcança a vida quem primeiro a perde. Esta nova forma de pensar, sentir e viver é a promessa de Jesus Cristo para o seu povo. Aqueles que a entendem e a abraçam – de mente e coração – passam a ter um profundo e grave desejo de simplesmente viver com o Ele viveu."

Trechos do dia 8: “Deus chamou a Sua Igreja para ser sal da terra e luz do mundo. Não somos chamados para ficar, mas para sair. Nossa missão não restringe às quatro paredes de um templo, mas de espalhar-las pelas ruas, pontes, presídios e condomínios. O termo igreja no Novo Testamento – ekklesia – é composto pela preposição ek (para fora) e a raiz kaleo (chamar) que literalmente poderia ser traduzido por chamada para fora de. Mostra um pouco da nossa natureza e também nossa missão.”

No dia 9: “Vivemos dias onde as marcas de uma igreja são os programas e o templo. Isto não foi ensinado por Jesus. A Igreja dos primeiros dias cultivava a simplicidade do Evangelho e se concentrava no que era essencial. As marcas da Igreja do primeiro século eram a comunhão entre os irmãos, evangelização, oração, pastoreio e culto. O Novo Testamento apresenta estas verdades a partir de palavras chaves. Era uma igreja koinônica (orientada pela comunhão dos santos), kerygmática ( proclamadora do Nome acima de todo Nome), martírica (vivia segundo aquilo que crê), proséitica (tinha vida de oração), escriturística (amava e seguia a Palavra), diákona (servia com amor aos necessitados), poimênica (pastoreava o seu povo) e litúrgica (cuja vida era adoração ao Pai). John Knox defendia que a ponte entre o conhecimento e a transformação é o quebrantamento. Não nos basta saber quais as marcas bíblicas da Igreja de Cristo. Precisamos de quebrantamento de coração para buscá-las. Deus não está a procura de grandes reputações, programas de intensa animação ou suntuosos templos. Ele busca apenas coração quebrantado.”

Trechos do dia 10: “A Igreja dos primeiros dias era uma Igreja koinônica “todos os que criam, mantinham-se unidos e tinham tudo em comum” (Atos 2:44) Koinonia ou comunhão. Não significa que era homogênea, mas, extremamente distinta. Havia na Igreja intelectuais e também gente simples, judeus e gentios, jovens e velhos. Comunhão significa que eles se amavam na adversidade. Que estavam tão deslumbrados com o Senhor Jesus Cristo que eram capazes de conviver com o irmão mais diferente – e com ele caminhar – porque havia Um que os unia. A nossa desunião é causada pela carnalidade, intolerância, falta de amor. Em Fl 2:3-4 o apóstolo Paulo nos exorta a nada fazerem “por ambição egoísta ou vaidade” e cada um em cuidar “não somente dos seus interesses, mas, também dos interesses dos outros”, a comunhão nos convida a abraçar o diferente, perdoar a quem nos fere e exercer paciência com todos.”

Trechos do dia 11: “Há duas palavra que andam de mãos dadas. Kerygma, que aponta para a proclamação audível do evangelho, e martyria, traduzida por testemunho. Sempre que uma aparece, a outra acompanha. O desejo de Cristo é sermos uma Igreja que fala e vive. Que tem teologia e piedade. Que usa todas as formas de proclamação do Evangelho, mas que também o apresenta de forma silenciosa por meio de sua vida diária. Uma Igreja kerigmática e martírica. Uma Igreja diácona é uma igreja com discernimento para identificar e se engajar com aqueles que sofrem.”

Trechos do dia 14: “Francis Shaeffer nos diz, que podemos convencer o homem de que ele é moralmente imperfeito (portanto, pecador), mas, apenas o Espírito Santo pode convencê-lo de que está perdido e precisa de Deus. Sem a ação do Espírito Santo nenhuma pregação é capaz de transformar um coração de pedra. Por outro lado, com a sua ação não há coração tão duro que Ele não possa quebrar, casamento tão esfacelado que Ele não possa restaurar, ânimo tão abatido que Ele não possa reavivar.”

Trechos do dia 15: “O Pentecoste, dentre todas as festas judaicas, era o evento mais frequentado e acontecia sob clima de reencontros, já que os judeus que moravam distantes empreendiam nessa época do ano, longas jornadas para estar ali no quinquagésimo dia após a Páscoa. E foi em Pentecostes que o Espírito Santo, mostrando já na Sua chegada, para o que viria: conduzir a Igreja a fazer Jesus Cristo conhecido na terra. Em um só momento, Deus fez cumprir não apenas o “recebereis poder”, mas também o “sereis minhas testemunhas”. A Igreja revestida nasceu com uma missão: testemunhar o salvador Jesus Cristo. A presença do Espírito Santo incomoda a Igreja a sair de seus templos e a conduz para as ruas."

Vou continuar depois, pois , as palavras dele são impactantes, depois, colocarei mais um resumo que este amado irmão Ronaldo Lidório escreveu no livreto “Cada Dia”de Setembro/2013.
 Graça e paz,
 com amor,
 Angela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário