"Ele está de braços abertos a lhe esperar, Ele está a lhe dizer, que o ama... Jesus te ama!!"

"Ele está de braços abertos a lhe esperar, Ele está a lhe dizer, que o ama...       Jesus te ama!!"

ATENÇÃO

OLÁ AMIGOS, MEU NOME É ANGELA, ESTE É UM TRABALHO INTERDENOMINACIONAL.
SOU EVANGELISTA E PROCURO CUMPRIR ESTA LINDA TAREFA DE LEVAR A PALAVRA DE DEUS ÀS PESSOAS, PARA HONRA E GLÓRIA DO NOME DO SENHOR JESUS.
ESTE BLOG SURGIU PELA SUGESTÃO DE UMA AMIGA, POIS, HAVIA ESCRITO UM LIVRO, E COMO NÃO TIVE A POSSIBILIDADE DE PUBLICÁ-LO, DEPOIS DE 5 ANOS GUARDADO, ELA ME SUGERIU EM 2010, COLOCÁ-LO EM UM BLOG.
FOI O QUE FIZ, O LIVRO É COMPOSTO DE CARTAS, AS QUAIS, IRÃO APARECER EMBAIXO NA TELA, POR SER UM BLOG E NÃO UM SITE.
PARA VISUALIZAR O LIVRO NA ÍNTEGRA, CLIQUE EM 2010.
ALÉM DAS CARTAS, POSTO O QUE EU ESCREVO OU DE OUTROS AUTORES, QUE LEIO E ACHO INTERESSANTE COMPARTILHAR.
QUE DEUS OS ABENÇOE MUITO!!!!!!!!
LEIA E COMPARTILHE!
GRAÇA E PAZ!
COM AMOR EM CRISTO JESUS,
ANGELA

Páginas

Arca de Noé... Arca da Aliança... JESUS ARCA DE AMOR!

Em Mt 24:12 está escrito: "E por se multiplicar a iniquidade, o amor se esfriará de quase todos". Se Deus é amor, e se o amor esfriar, o próprio Deus se esfriará nos corações. Que coisa terrível! Deus se esfriando em nossas vidas! Mas Ele disse de: "quase todos", ou seja haverá aqueles nos quais o amor, não se esfriará. Aleluia! Louvado seja Deus por isto. Então, este Blog, é uma tentativa de barrar este processo, não deixando que este amor se esfrie nunca. Pois, foi por amor que Ele morreu por mim e por ti. E nunca deixaremos de amá-Lo, nem aos Teus filhos. Amém

EXPLICAÇÃO DO TÍTULO

• No tempo do Antigo Testamento, o coração do homem se corrompeu de tal forma que Deus se arrependeu de tê-lo feito, pois este se tornou mau, olhando apenas o que os olhos podiam ver, esquecendo-se do que se passa no interior do ser humano, os sentimentos e virtudes.
E Deus achou em Noé um homem justo e o salvou e também a sua família ordenando-o a construir uma arca.

Chamada de
ARCA DE NOÉ.

• No tempo de Moisés, Deus ordenou que se fizesse uma caixa na qual estariam os Dez Mandamentos dentre outros itens, ela era de madeira de acácia revestida de ouro puro, ficava num lugar chamado Tabernáculo, dentro do Santo dos Santos e só os sacerdotes tinham acesso a ela, uma vez por ano, no Tabernáculo também se sacrificavam cordeiros, bodes, etc, pois, acreditavam que o sangue destes animais os purificava de pecados.

Esta arca se chamava, ARCA DA ALIANÇA.

• Mas, Aleluia! Deus enviou Seu Filho Unigênito para derramar Seu sangue para perdão dos pecados da humanidade inteira, “o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”, e de uma vez por todas, levou sobre Ele nossos pecados, não havendo mais necessidade de sacrifício de animais, e ao morrer, o véu que separava o Santo dos Santos do Tabernáculo, foi rasgado de alto a baixo, ou seja, isto significa, que o lugar em que se tinha acesso a Deus, uma vez por ano, e só o sacerdote poderia entrar, com o sacrifício de Jesus, todos os seres humanos, podem ter esse acesso à presença Dele, 24 horas por dia, o ano inteiro, como era desde o início da criação, quando o homem tinha plena comunhão e acesso a Deus. Ou seja, Jesus nos resgatou de volta ao nosso Criador. Restaura o coração corrompido pelo pecado e afastado de Deus, nos levando de volta a presença do Pai.

Onde a Arca da Aliança estivesse, aquele lugar era abençoado, pois, ela simbolizava a presença de Deus.
Com a morte e ressurreição de Jesus, ali em Pentecostes, o Espírito Santo foi derramado, sobre as pessoas, nos tornando esse templo (lugar de morada de Deus), e portanto, somos abençoados onde formos, pois, o Espírito Santo de Deus habita em nós.
" Deus nos amou de tal maneira que deu Seu filho Unigênito para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas, tenha vida eterna”. (Jo 3:16)
AMOU, foi por amor que Ele nos salvou, por isto, o título:
JESUS, ARCA DE AMOR!

****************************************************************
QUEM SOU EU
Meu nome é Angela, sou casada, tenho dois filhos, sou do estado de Minas Gerais, e, através de um chamado de Deus, trabalhei muitos anos, com pessoas com problemas diversos,
presidiários, etc.
Escrevendo cartas, com base evangelística para várias lugares do Brasil, hoje continuo escrevendo cartas específicas, para cada situação difícil do cotidiano das pessoas, dilemas com drogas, casamentos, depressão, enfermidades, perdas de entes queridos, etc.
Meu plano inicial, era publicar em um livro, as quase 300 páginas que eu havia escrito, mas, não foi possível, pelo alto custo.
Foi então, após estas cartas ficarem guardadas quase 5 anos, resolvi publica-las neste Blog.
O livro foi postado em 2010.
É só clicar lá.
Não recebo recursos financeiros por este trabalho, mas, creio que a recompensa vem do alto.
O que peço é a proteção para minha família, em especial meus filhos, marido...
São palavras, vindas do coração de Deus, pois, foi em lágrimas e lutas, que muitas delas escrevi.
Sou, apenas um instrumento nas mãos do Senhor, para levar a Palavra Dele.
Me formei em Administração (não exerço a profissão) e Teologia, além de estudar a Palavra de Deus, anos a fio, com lutas e provações.

Muitas coisas não coloco só como teoria, pois, várias senti na carne e no espírito, então foi experiência vivida, que Deus me permitiu passar, para ajudar quem estivesse passando pelos mesmos problemas.

O que procuro fazer, é ser fiel nas palavras que Deus coloca em meu coração, e faço o possível, para transmiti-las da forma mais coerente e eficaz possível.

Espero, que este Blog possa te ajudar a passar pelas lutas e dificuldades, possa também, levar a você a alegria e a paz que só Jesus pode dar e saber que por maior que seja a luta, você não está só, tem pessoas que (se você procurar uma igreja) te ajudarão em oração e o Senhor estará contigo para te livrar e te ajudar.

Deus lhe abençoe e saiba que você é muito amado por Deus.
Um grande abraço.
Com amor, em Cristo,
Angela.

Meu e-mail é: amserrap@yahoo.com.br
Dê sua sugestão, opinião, diga o que achou do Blog.
Para mim, é muito importante seu comentário.
Obrigada!







MENSAGENS DE EXORTAÇÃO

11 junho, 2012

AFETO: FERRAMENTA EFICAZ PARA UMA FAMÍLIA FELIZ

Li este texto e o achei muito interessante e muito importante nestes dias onde o distanciamento entre os casais tem aumentado, esfriando assim, o amor de um para com o outro.
Leia e coloque em prática estas dicas e Deus abençoará seu lar.

Com amor, em Cristo,
Angela.


“A sua mão esquerda esteja debaixo de minha cabeça, e a direita me abrace” (Cantares 2.6)
"Este final de semana chegou as minhas mãos um filme chamado:
Tomates verdes fritos, onde uma senhora de meia idade procura salvar seu casamento. Um dia ela prepara para seu marido um jantar romântico,
fica toda bonita, mas ele ao entrar em casa, mal olha para ela,
pega seu prato, senta-se no sofá em frente a televisão,
ansioso por saber as últimas notícias de todos os esportes,
come sua refeição, ignorando completamente o carinho
e a presença de sua esposa.

Nesta cena mostra-se o que ameaça aquele casamento
e não era um caso extraconjugal, nem problemas financeiros,
doenças, ou filhos rebeldes, mas sim um inimigo
muito sutil e altamente destrutivo, a indiferença,
uma arma diabólica que tem como função esfriar e
tornar desinteressante os relacionamentos.

Será que esta ilustração é familiar para nós?
Quantas esposas têm procurado chamar a atenção de seu esposo, sem êxito?
Elas fazem o prato preferido dele, cortam o cabelo,
compram um lingerie bonito, e o maridão chega em casa,
estressado do trânsito, do chefe, se larga no sofá,
ou vai para frente de um computador, põe um fone no ouvido,
se possível coloca no pescoço uma placa de NÃO PERTURBE
e a esposa vai para cama sozinha e chora até dormir.

Não estou dizendo que os homens não têm direito de descansar
quando chegam do trabalho, e nem estou ignorando
o fato de termos dias difícil, em que até é saudável
ficarmos sozinhos para nos aquietarmos,
mas quando isto não é um fato ocasional,
e sim um hábito, é sinal de que o lar pode ser arruinado.

Para as mulheres é muito importante ser admirada,
elogiada pelo seu marido, isto é um alimento poderoso para o coração feminino.

Quantos maridos estão precisando ver através das
atitudes de suas esposas que eles são importantes,
que eles tem habilidades e talentos admiráveis,
que a família respeita a sua liderança,
ou seja, que eles não se resumem a um contra cheque.

É muito triste notar que algumas mulheres não respeitam seus esposos,
e os humilham, criticam, desmoralizam na frente dos familiares,
dos filhos, atacando diretamente sua auto estima com palavras como:
Você é muito acomodado, Você não sabe educar nossos filhos,
Até hoje você nunca conseguiu uma promoção no emprego,
acho que nunca vai conseguir.

Pelo que eu observei até hoje, a mais eficaz ferramenta
para demonstração de afeto para os maridos,
não é receber cartinhas de amor, ou telefonemas no meio do dia,
é sim uma postura coerente de sua esposa que revele a
sua consideração e respeito a ele,
pois não adianta dizer que o ama que ele é o homem
mais lindo da face da terra e minutos depois,
por algum motivo fútil discutir com ele e
mandar que ele vá dormir no sofá.

A verdade é que a indiferença não acomete apenas os conjugues,
mas também o relacionamento com os filhos.
Os pais não estão tendo tempo para seus filhos,
se são pequeninos não há disposição para brincar e rolar no chão com eles,
pois afinal passaram o dia inteiro trabalhando e estão exaustos,
aí essas crianças pulam de um lado para outro a fim
de chamar a atenção dos pais, e ao invés de ganhar o carinho,
ganham palmadas para ficarem quietos.

Quando os filhos crescem suas necessidades mudam
e passam a buscar os pais para conversarem
sobre seus dilemas ou simplesmente bater um papo,
mas os pais estão muito ocupados para isso.

É muito fria e insatisfatória uma relação onde os pais
apenas suprem as necessidades físicas e culturais de seus filhos,
cobrando dos filhos boas notas, bom comportamento,
mas não há demonstração de afeto,
de interesse real pela alegria dos filhos.

A única forma de neutralizarmos a força da
indiferença é através do afeto,
que pode ser definido como um sentimento de inclinação para alguém.
Volte-se para seu conjugue e filhos,
pare de dar-lhe suas costas,
ofereça seus abraços.

Rejeite a frieza, o desinteresse,
o sentimento de desprezo pelos seus.
Tenha prazer em ouvi-los, em encorajá-los.
Provoque neles um sorriso.
Se isto parece difícil para você colocar em prática,
ore a Deus, peça a Ele ajuda a cura de seus sentimentos
e comece a trabalhar para cultivar o afeto em seu lar,
é preciso demonstrar o quanto valorizamos e gostamos da nossa família.

As atitudes cordiais, amáveis,
compassivas devem ser nosso hábito diário no
trato com nosso conjugue e filhos,
e com certeza colheremos os frutos de uma família abençoada e feliz."

(Não consta o nome do autor)